Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Cabral começou a delatar esquema de propinas no Rio

Cabral começou a delatar esquema de propinas no Rio
Imagem: Alexandre Mazzo/Gazeta do Povo
COMPARTILHE

“Estou muito aliviado”, disse Cabral após revelar esquema de propina às autoridades.

O ex-governador fluminense, Sérgio Cabral (MDB), admitiu, pela primeira vez, ter recebido propina “várias vezes”, inclusive dentro do Palácio Laranjeiras, sede do governo do Rio de Janeiro.

Em depoimento a procuradores do Ministério Público Federal (MPF), Cabral disse querer continuar aliviado “seja o tempo que passar na cadeia”.

A delação premiada foi fechada no fim do ano passado junto ao MPF (Ministério Público Federal) e à PGR (Procuradoria Geral da República). Cabral disse que tirava entre 2% e 3% dos valores das obras.

“Eu tirava os meus proveitos dos meus combinados. Eu quero x% da obra, quero 2%, 3% da obra. E o Régis fazia o acordo se beneficiava dessa caixa única aqui”, contou aos procuradores, segundo o UOL.

Régis Fichtner foi ex-secretário da Casa Civil do governo de Cabral e segundo o ex-governador era responsável pelo esquema de pagamento de propinas.

Além do ex-secretário, Cabral também citou o ex-governador Luiz Fernando Pezão como um dos beneficiários da propina.

O ex-governador do Rio foi condenado a 198 anos e seis meses de prisão e até então negava ter recebido propina para favorecer empreiteiras para a realização de obras públicas.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

Assinar
Notificar quando
guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários