- PUBLICIDADE -

Cachorro comparece a julgamento como vítima na Costa Rica

Cachorro comparece a julgamento como vítima na Costa Rica
- PUBLICIDADE -

Antiga dona pode receber pena de três anos de prisão por maus-tratos contra o animal.

Um cachorro chamado “Campeão” tornou-se, nesta segunda-feira (22), o primeiro animal na América Latina a assistir como vítima de maus-tratos ao julgamento de sua ex-dona.

O presidente do tribunal da cidade de Atenas, na Costa Rica, advertiu que não toleraria nenhum tipo de desordem. Com exceção de um latido, o animal se comportou muito bem na sala do tribunal, que estava repleta de pessoas que foram apoiar a vítima.

Em novembro de 2017, o cachorro ainda não era chamado Campeão. Tinha apenas seis meses e atendia pelo nome de “Tyson” quando foi amarrado com uma corda que afundou na carne de seu pescoço. Também estava desnutrido, magro e coberto de pulgas, informa o site UOL.

Dora Castro, presidente de uma Fundação que cuida de animas abandonados, foi alertada por um dos irmãos da dona, que lhe enviou um vídeo que mostrava como o cachorro era tratado.

Após recolher e tratar o animal, a benfeitora apresentou uma queixa em janeiro de 2018, conforme a lei recentemente promulgada na Costa Rica que sanciona os maus-tratos contra animais com penas de até três anos de prisão.

O resultado do julgamento ainda não foi divulgado. Antiga dona pode receber pena de três anos de prisão.

PUBLICIDADE
- PUBLICIDADE -

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -