Cachorros de estimação na China terão de usar chip de identificação

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Microchip supostamente não rastreia a localização do cão e não armazena outras informações pessoais do dono.

Todos os cães da cidade de Shenzhen, na China, terão de ter chips implantados até o final deste ano.

A decisão da prefeitura de identificar os animais de estimação com o dispositivo já tinha sido determinada em maio, mas postos de implantação do microchip começaram a ser montados dias atrás.

O dispositivo tem como função guardar informações sobre o animal de estimação, como nome, raça e contatos dos donos, podendo ajudar a devolver o pet caso ele se perca. 

A imprensa local garante que o microchip não rastreia a localização do cão e não armazena outras informações pessoais do dono, mas, com o histórico do regime comunista, muitos chineses devem estar com uma pulga atrás da orelha.

Ainda de acordo com informações das autoridades de Shenzhen, o microchip, que é colocado no pescoço do animal, tem funcionamento estimado de 15 anos e tamanho semelhante a um grão de arroz.

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.