PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Caciques criticam presença de Ysani em comitiva brasileira na ONU

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

O objetivo do governo Bolsonaro em cúpula da ONU é combater mentiras sobre a Amazônia.

A presença da índia Ysani Kalapalo na comitiva que acompanhará o presidente da República, Jair Bolsonaro, à Assembleia Geral da ONU foi alvo de críticas de caciques.

Em nota divulgada no último sábado (21), a Atix (Associação Terra Indígena Xingu) afirma que Ysani não foi indicada por nenhuma entidade representativa para compor a comitiva do governo e acusa o Planalto de desrespeitar “povos e lideranças indígenas renomados do Xingu”.

No texto assinado por 14 caciques, a associação diz que a Ysani “vem atuando nas redes sociais para ofender e desmoralizar as lideranças e o movimento indígena no Brasil”.

“Não aceitamos e nunca aceitaremos que o governo brasileiro indique por conta própria nossa representação indígena sem nos consultar através de nossas organizações e lideranças reconhecidas e respaldadas por nós”, acrescenta a nota, segundo o jornal Folha de S.Paulo.

A participação de Ysani na viagem presidencial aos Estados Unidos foi confirmada pelo colunista da RENOVA, Walter Barreto, na madrugada do último sábado (21).

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Encontrou um erro?

Para comunicar um erro de português, de informação ou técnico, preencha o formulário abaixo.