- PUBLICIDADE -

Caiado alerta Bolsonaro para ‘desobediência civil’

Caiado decreta estado de calamidade financeira em Goiás

- PUBLICIDADE -

“Urgência urgentíssima”, disse Caiado sobre a necessidade do governo federal ajudar com a alimentação das pessoas.

Ronaldo Caiado, governador de Goiás, afirmou, nesta segunda-feira (30), que o governo Jair Bolsonaro precisa tomar medidas o mais rapidamente possível para garantir a alimentação das pessoas. 

Caiado diz que esta é a única forma para conseguir manter os cidadãos em casa e poder prosseguir na linha do isolamento social para enfrentamento à pandemia do novo coronavírus

Em entrevista ao jornal Folha, Caiado afirma que, se nada for feito de forma imediata, vai haver desobediência civil e o povo vai quebrar tudo:

“Vamos fazer o atendimento social rápido, urgente, emergencial, ou vamos dar motivação para população promover a desobediência civil para se alimentar e sobreviver.”

Um dos principais aliados de Bolsonaro, o governador rompeu com o presidente após o último pronunciamento de Bolsonaro em cadeia nacional de rádio e TV, como noticiou a RENOVA.

PUBLICIDADE

- PUBLICIDADE -

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -