Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Caixa pagou mais de R$ 10 bi aos que optaram por saque do FGTS

Tarciso Morais

Tarciso Morais

Caixa pagou mais de R$ 10 bi aos que optaram por saque do FGTS
COMPARTILHE

Os pagamentos do Saque Imediato de até R$ 500 seguem um calendário definido pela estatal.

A Caixa Econômica Federal (CEF) já creditou mais de R$ 10 bilhões do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) para 24,3 milhões de clientes com poupança ou conta corrente no banco.

Os clientes do banco estatal que optarem por não retirar o dinheiro têm até 30 de abril de 2020 para informar a decisão em um dos canais divulgados pela Caixa: site, Internet Banking ou aplicativo no celular.

A Medida Provisória (MP) nº 889/2019 autorizou essa nova modalidade de retirada de recursos do FGTS, chamada de Saque Imediato, válida somente esta vez.

A MP permite que todos os trabalhadores, com contas ativas ou inativas do FGTS, possam sacar até R$ 500 de cada uma delas, limitado ao valor do saldo.

Uma outra modalidade de saque criada pela MP é o Saque-Aniversário, permitindo o saque de percentual do saldo do FGTS uma vez por ano.

Neste caso, o trabalhador deixará de fazer o saque do saldo do FGTS, em caso de rescisão de contrato de trabalho. Mas poderá sacar a multa rescisória, informa o site UOL.

- PUBLICIDADE -
TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram