- PUBLICIDADE -

Caixa quer levantar R$ 40 bilhões com vendas de ativos

Caixa quer levantar R$ 40 bilhões com vendas de ativos

- PUBLICIDADE -

“Tenho convicção de que faremos isso em dois anos”, disse o presidente da Caixa sobre a venda de ativos.

O presidente da Caixa Econômica Federal (CEF), Pedro Guimarães, confirmou que o banco estatal manterá seu cronograma para venda de ativos mesmo com um possível atraso na tramitação da reforma da Previdência.

Segundo ele, a decisão sobre o melhor momento para venda leva em conta mais fatores do que apenas o andamento da reforma, como a conjuntura dos mercados globais e a economia dos Estados Unidos e da China.

Em entrevista nos escritórios da Caixa, em São Paulo, na última quarta-feira (1º), Guimarães declarou:

“Há também o risco de esperar muito, não posso esperar por uma questão só.”

O presidente da Caixa prevê levantar ao menos R$ 40 bilhões até o fim de 2020 com a vendas de ativos.

Os desinvestimentos incluem a venda de participação em quatro subsidiárias. O banco ainda vai se desfazer de vários imóveis próprios, dentro do plano de otimizar seus ativos e reduzir custos.

Segundo a Forbes Brasil, Guimarães completou:

“Meu prazo é de quatro anos para devolver, mas tenho convicção de que faremos isso em dois anos.”

PUBLICIDADE

- PUBLICIDADE -

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -