Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Calheiros recebeu 1 milhão de propina das mãos de motorista

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia
Calheiros recebeu 1 milhão de propina das mãos de motorista

A empreiteira Odebrecht pagou R$ 1 milhão para o senador Renan Calheiros em 2012 por intermédio de um motorista do empresário Milton Lyra, considerado pela Procuradoria Geral da República o operador do parlamentar em esquemas de corrupção.

Segundo os procuradores responsáveis pelo caso, o valor foi entregue em espécie no dia 31 de maio daquele ano, como pagamento pela contribuição de Renan Calheiros à aprovação no Senado de um projeto de interesse da Brasken, para pôr fim a incentivos fiscais a produtos importados.

Num pedido de busca e apreensão da Operação Armistício, realizada no final do ano passado, a PGR identificou Fabio Brito Matos como responsável pelo recebimento do dinheiro na sede de empresas de Milton Lyra em São Paulo.

“Milton Lyra atuava como um verdadeiro intermediário do parlamentar, e assim era reconhecido pelas pessoas que buscavam entrar em contato com o senador”, diz o documento, obtido pelo site “O Antagonista“.

Na delação premiada, os executivos da Odebrecht mostraram que a entrega para “Justiça” (codinome de Renan Calheiros) só seria efetivada mediante a senha “justo”. O dinheiro foi disponibilizado por meio de doleiros que mantinham contratos fictícios com a construtora.

Compartilhe

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email