Calheiros vira réu por corrupção e lavagem de dinheiro

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

2ª Turma do STF torna Calheiros réu por corrupção e lavagem de dinheiro. Defesa disse que Renan é alvo de perseguição.

A 2ª Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) votou, nesta terça-feira (3), para tornar o senador Renan Calheiros (MDB-AL) réu pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro.

Esta será a primeira ação penal contra Calheiros na operação Lava Jato. Desde 2017, ele já teve uma dezena de inquéritos arquivados na Corte. Ainda existem outras 9 investigações sobre ele em andamento.

A aceitação da denúncia contra Calheiros, no entanto, não representa condenação. Agora, será aberta uma ação penal para apurar as acusações. 

A ministra Cármen Lúcia acompanhou Edson Fachin e Celso de Mello ao considerar que há indícios mínimos de que, entre 2008 e 2010, ele teria pedido e recebido R$ 150 mil da NM Engenharia, contratada da Transpetro, repassado ao MDB em Tocantins, para beneficiar Leomar Quintanilha, informa o site O Antagonista.

A defesa de Renan nega os crimes apontados pela Procuradoria-Geral da República (PGR). Luís Henrique Machado, advogado do senador, afirma que o parlamentar é alvo de perseguição, informa o portal G1.

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.