Português   English   Español
Português   English   Español

Câmara dos Deputados aprova projeto sobre abuso de autoridade

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia
Câmara dos Deputados aprova projeto sobre abuso de autoridade

Como a proposta já foi aprovada pelo Senado, seguirá para sanção do presidente Bolsonaro.

A Câmara dos Deputados concluiu, na noite desta quarta-feira (14), a aprovação do Projeto de Lei que cria mais de 30 crimes de abuso de autoridade.

A conclusão da votação se deu horas depois de o plenário ter decidido dar caráter de urgência à proposta. O plenário da Casa derrubou os três destaques apresentados para modificar o texto.

Os parlamentares rejeitaram pedidos do PSL, Podemos e Cidadania para retirar trechos da proposta. Como já passou pelo Senado, o texto agora segue para sanção do presidente da República, Jair Bolsonaro.

A proposta é considerada uma reação da classe política às operações recentes contra corrupção, como a Operação Lava Jato.

“Esse texto, do jeito que está aqui, vai acabar com várias investigações, vai deixar a polícia numa saia justa tremenda em várias situações”, disse a deputada federal Carla Zambelli (PSL-SP), segundo o site G1.

O texto manteve regra que determina perda do cargo de juiz, policial ou procurador que reincidir em crime de abuso de autoridade.

Também serão punidos criminalmente o policial que algemar preso que não resista à prisão e autoridades que abram investigações “sem justa causa fundamentada ou contra quem sabe inocente”.

Compartilhe...

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email

Veja também_

TELEGRAM

Acompanhe todas as notícias através do nosso canal no Telegram.

Comentários_

A RENOVA Mídia não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários dos visitantes do site. NÃO publique ofensas, discordar não é ofender. Caso encontre algum material com ofensas, denuncie. Lembre-se que ao comentar em nosso portal você concorda com estes Termos de Uso.