Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Camil aplica R$ 40 milhões em nova fábrica em Osasco

Camil aplica R$ 40 milhões em nova fábrica em Osasco
COMPARTILHE

A atividade principal da Camil é a comercialização de produtos alimentícios como arroz e feijão.

Camil Alimentos está investindo cerca de R$ 40 milhões numa nova fábrica de beneficiamento de arroz e feijão em Osasco, em São Paulo.  

A nova unidade terá capacidade de beneficiamento de 22 mil toneladas de arroz e feijão por mês, informou a empresa ao jornal Valor

O projeto coroa um ano de melhora expressiva de resultados da companhia e poderá amenizar um dos maiores desafios em sua área de atuação: as oscilações dos preços do feijão. 

Confira outras notícias relevantes neste “Giro dos Investidores”: 

Rede D’Or estreia na Bolsa com maior IPO desde 2013 

As ações da Rede D’Or São Luiz (RDOR3) dispararam em sua estreia na B3 na última quinta-feira, 10 de dezembro. 

Brasil pede US$ 10 bilhões por ano de países ricos para antecipar meta ambiental 

O Brasil comprometeu-se a zerar as emissões de carbono até 2060 e poderá reduzir esse prazo se houver uma compensação anual de 10 bilhões de dólares em projetos brasileiros a partir do próximo ano por parte de países desenvolvidos, afirmou nesta terça-feira o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles. 

Fleury anuncia duas aquisições no segmento médico 

O grupo de medicina diagnóstica Fleury (FLRY3) anunciou, nesta quinta-feira (10), a aquisição de 100% do Centro de Infusões Pacaembu (CIP) e de 80% da Clínica de Olhos Dr. Moacir da Cunha. 

Uber desiste de táxi aéreo e vende divisão para startup parceira 

Para reduzir prejuízo, Uber anunciou venda da divisão de táxi aéreo Uber Elevate para parceira Joby Aviation. 

Arezzo planeja abrir de 65 a 80 lojas em 2021 

A Arezzo & Co (ARZZ3) informou, nesta sexta-feira (11), que planeja a abertura de 65 a 80 lojas em 2021 no Brasil. 

Produção de frango e carne suína do Brasil cresce com demanda em alta, diz ABPA 

A produção de carne de frango e suína do Brasil deve avançar em 2020 e 2021 puxada por uma forte demanda pelos produtos, projetou nesta quarta-feira a Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA). 

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

Assinar
Notificar quando
guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários

PUBLICIDADE