Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
- PUBLICIDADE -

Caminhoneiros da França ameaçam parar por medo do novo coronavírus

Tarciso Morais

Tarciso Morais

Caminhoneiros da Franca ameacam parar por medo do novo coronavirus
Imagem: Claude Paris/AP
COMPARTILHE

“Querem nos enviar à guerra, mas nos tratam como soldados de segunda categoria”, diz líder sindicalista francês.

Três sindicatos da França do setor de transporte rodoviário convocaram os caminhoneiros a suspender o trabalho a partir desta segunda-feira (30). 

Motoristas reclamam da falta de máscaras, desinfetantes e outros equipamentos de proteção pessoal para que eles possam se proteger do contágio do novo coronavírus

Os trabalhadores consideram que os empregadores estão colocando a vida deles em risco ao não fornecer estes materiais.Além disso, eles reclamam do fechamento de sanitários e restaurantes nas estradas.

Segundo o site UOL, Patrick Blaise, representante do sindicato majoritário no setor, declarou:

“Os caminhoneiros vão trabalhar com medo. Querem nos enviar à guerra, mas nos tratam como soldados de segunda categoria. Devemos garantir o abastecimento no país, mas não nos oferecem as armas necessárias ao combate.”

Patrice Clos, sindicalista da FO, conta que 1,5 mil motoristas da área de transporte rodoviário e logística contraíram o vírus da Covid-19

“Quatro trabalhadores já morreram da doença, incluindo um motorista da Fedex do Aeroporto Internacional Charles de Gaulle.”

- PUBLICIDADE -
TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
VEJA TAMBÉM