Caminhoneiros levam novas pautas ao governo Temer

Lideranças do movimento dos caminhoneiros que não assinaram o acordo do governo semana passada voltaram hoje ao Palácio do Planalto para tentar negociar novas pautas.

Além dos 12 itens propostos pelo governo na quinta-feira (24), os caminhoneiros pedem que as alíquotas de PIS/Cofins e Cide do diesel sejam zeradas.

Eles também querem que seja criada uma MP para regular preços de fretes, redução do preço do diesel para o valor que era cobrado em julho de 2017 e o congelamento do preço por 90 dias.

Os manifestantes voltaram a declarar que a desmobilização dos caminhoneiros só terá início quando as medidas forem publicadas no Diário Oficial da União.

 

Com informações de: [OAntagonista]
Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia