Camisetas oficiais da seleção brasileira estão esgotadas no DF

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Para a tristeza dos petistas, a narrativa de que a população brasileira está com vergonha de usar o manto verde e amarelo não emplacou.

Se junho já é um mês bom para o comércio graças às festas juninas, em ano de Copa do Mundo fica melhor ainda.

Antes mesmo do resultado da estreia do Brasil, contra a Suíça, neste domingo (17), a Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Distrito Federal (Fecomércio-DF) estima um aumento de 12,64% nas vendas em relação ao Mundial de 2014.

De acordo com informações do Correio Braziliense:

Pesquisa realizada pela Fecomércio, com 401 pessoas, destacou os artigos de armarinho como aqueles com maior expectativa de venda: aumento de cerca de 37,6%.

Para o presidente da federação, Adelmir Santana, o aumento das vendas está diretamente relacionado ao desempenho da Seleção. “O brasileiro deixa para comprar tudo de última hora, então, o comerciante repõe os estoques aos poucos”, observa. Da mesma forma, ele afirma que um fracasso como o da última Copa pode acarretar em prejuízo aos comerciantes.

Ontem, no Taguacenter, tradicional ponto de comércio popular de Taguatinga, havia lojas repletas de clientes, bandeiras, fitas e vendedores animados tocando cornetas para atrair os clientes

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.