Campanha de Alckmin convoca guerra contra apoiadores de Bolsonaro

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Em evento no Rio de Janeiro, nesta terça-feira (21), os apoiadores de Geraldo Alckmin foram convocados a entrar “em guerra” nas redes sociais com eleitores do concorrente Jair Bolsonaro (PSL).

O coordenador de mídias sociais de Alckmin, Fabricio Moser, instou cabos eleitorais a se engajar fortemente na campanha feita no Facebook e pelo WhatsApp. Orientou os presentes, cerca de 800 pessoas, a entrar no “exército de Alckmin no Rio de Janeiro” e aderir à “guerra” contra apoiadores de Jair Bolsonaro, argumentando que o perfil do tucano no Facebook sofreu “ataques de bolsominions”.

Moser ensinou a plateia a reagir às postagens de Geraldo Alckmin com o ícone “uau” (um emoticom de boca aberta), para “equilibrar a estética dos posts”, que recebem reações com emoticons de raiva dos eleitores de Bolsonaro.

O coordenador tucano afirmou ainda que textos de campanha devem ser compartilhados pelo WhatsApp. “Ele tem muito robô e a galera dele vai lá e faz o que tem que fazer”, afirmou Moser sobre Bolsonaro.

 

Adaptado da fonte Estadão

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.