Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Campanha pede caricaturas de Maomé na imprensa da Dinamarca

Campanha pede caricaturas de Maomé na imprensa da Dinamarca
COMPARTILHE

Islamismo proíbe qualquer representação gráfica do profeta Maomé.

Um partido político da Dinamarca anunciou, nesta sexta-feira (30), o lançamento de uma campanha para publicação de caricaturas do profeta Maomé na imprensa local.

As imagens são as mesmas que um professor da França havia mostrado em sala de aula alguns dias antes de ser decapitado por um extremista islâmico nas ruas de Paris.

15 anos atrás, a publicação de caricaturas de Maomé pelo jornal dinamarquês Jyllands Posten provocou a ira de muitos muçulmanos em todo o mundo e manifestações violentas contra a Dinamarca.

“Não estou totalmente certo de que será publicado, mas como política tenho a obrigação de me comprometer para que os avanços da sociedade sejam a favor de uma maior liberdade de expressão, e não menos”, afirmou o deputado Pernille Vermund.

“O assassinato de Samuel Paty está na origem da campanha de apoio à sua família e à luta pela liberdade de expressão”, acrescentou Vermund.

“Condenamos o terrorismo muçulmano e apoiamos 100% a França, as vítimas e a liberdade de expressão”, completou o deputado.

Vermund é presidente do partido Nye Borgerlige (Nova Direita), que detém 4 dos 179 assentos no parlamento dinamarquês.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

Assinar
Notificar quando
guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE