- PUBLICIDADE -

Campanha visa aproximar brasileiros da literatura de cordel

Foto: Sumaia Villela/Agência Brasil

O cordel é também ofício, veículo de comunicação e constitui uma importante forma de expressão.

- PUBLICIDADE -

Desde 2018, a literatura de cordel é registrada como Patrimônio Cultural Brasileiro.

É uma das formas de expressão e faz parte da identidade do Nordeste e do Distrito Federal, porque coincide com a história da construção de Brasília, quando inúmeros operários deixaram seus estados para trabalhar nos canteiros de obras da nova capital, trazendo consigo a arte de rimar e improvisar versos.

Agora, a campanha “Conectando Patrimônios: redes de artes e sabores“, do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), lançou uma oportunidade para que cordelistas do DF divulguem seus trabalhos para o Brasil.

A campanha quer estimular a venda de livretos, xilogravuras e outros produtos relacionados a esse bem cultural.

A meta é promover o Patrimônio Cultural Imaterial, com a venda de produtos associados a bens registrados em todo o país. A campanha foi iniciada há cerca de dois meses e já reúne nove patrimônios imateriais, incluindo a literatura de cordel do DF.

A coordenadora geral de promoção e sustentabilidade do Departamento de Patrimônio Imaterial (DPI) do Iphan, Rívia Ryker Bandeira de Alencar, declarou:

“Estamos em vias de inserir mais cinco patrimônios imateriais e 20 estão em negociação, pegando contatos para aderir à campanha.”

Em processo mais avançado estão a Literatura de Cordel, de Sergipe; Marabaixo, do Amapá; Capoeira, do Amapá; Ofício de Baiana de Acarajé, da Bahia; Maracatu, de Pernambuco; e Mamulengo, de Pernambuco. Rívia explicou que, a cada semana, conforme vai entrando na campanha um bem regional, é dada projeção nas redes sociais e divulgação na mídia local da região determinada.

PUBLICIDADE
- PUBLICIDADE -

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -