Campeonato Alemão censurado no Irã por causa de árbitra mulher

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Uma emissora pública do Irã não exibiu uma partida do campeonato de futebol da Alemanha porque a arbitragem do jogo seria comandada por uma mulher.

Na última sexta-feira (15), o jogo entre Bayern de Munique e Augsburg foi apitado pela árbitra alemã Bibiana Steinhaus.

Jornais da Alemanha afirmam que a decisão de não transmitir o jogo foi feita de última hora e baseada nas rígidas leis islâmicas do Irã.

O código do regime islâmico não permite a exibição de mulheres usando roupas que mostrem muitas partes do corpo. Neste caso específico, a árbitra está de short e camiseta.

Natalie Amiri, correspondente no Irã do canal público alemão ARD, afirmou:

“A [transmissão da] partida foi cancelada em cima da hora! E de quem é a culpa de novo: da Bibi, é claro. Bibiana Steinhaus é uma mulher e usa shorts, algo que não pode ser visto na TV estatal iraniana.”

Não é a primeira vez que esse caso acontece no Irã.

Em maio, também em uma partida do Campeonato Alemão que teve Steinhaus apitando, a TV iraniana passava cenas aleatórias do público quando as câmeras se aproximava da árbitra, registra o ISTOÉ.

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.