- PUBLICIDADE -

Canadá denuncia ‘genocídio’ da China contra os uigures

Canadá denuncia ‘genocídio’ da China contra os uigures
- PUBLICIDADE -

Mais de um milhão de uigures estão em unidades de detenção na China.

Parlamentares do Canadá defenderam, na última quarta-feira (21), a aplicação de sanções contra autoridades da China

O motivo? As violações do Partido Comunista Chinês (PCCh) aos direitos humanos dos uigures, uma minoria muçulmana que vive majoritariamente na província de Xinjiang.

O parlamento canadense é o primeiro no mundo a classificar as ações de Pequim contra os uigures como genocídio. 

Mais de um milhão de uigures estão em unidades de detenção. Estes locais costumam ser descritos pela China como “centros de treinamento e educação vocacional”.

A decisão do foi tomada uma semana após um enviado da China ao Canadá se pronunciar contra o reconhecimento pelos parlamentares da detenção em massa e abusos contra a minoria muçulmana na província de Xinjiang como genocídio.

O ministro das Relações Exteriores do Canadá, François-Philippe Champagne, agradeceu o trabalho do Parlamento mas não confirmou se o governo canadense seguirá adiante com a imposição de sanções contra oficiais chineses, segundo o jornal Globe and Mail.

PUBLICIDADE
- PUBLICIDADE -

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -