Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Canal no YouTube recebeu acesso privilegiado ao Palácio do Planalto

Canal no YouTube recebeu acesso privilegiado ao Palácio do Planalto
COMPARTILHE

Um seleto grupo de youtubers alinhados a Bolsonaro recebeu acesso privilegiado ao Palácio do Planalto.

Enquanto os poucos veículos da mídia alternativa do Brasil tentam sobreviver em meio aos ataques de todos os lados e as dificuldades para rentabilização dos seus negócios, alguns canais privilegiados não estão passando por uma situação tão complicada.  

Mais de 1 mil páginas do inquérito do Supremo Tribunal Federal (STF) que investiga a realização de manifestações com pautas antidemocráticas foram obtidas pelo jornal Estadão

De acordo com o jornal, um seleto grupo de youtubers alinhados ao presidente da República, Jair Bolsonaro, recebeu acesso privilegiado ao Palácio do Planalto. 

Como o procurador-geral da República, Augusto Aras, não mencionou a participação do presidente no pedido de abertura de investigação, Bolsonaro não é investigado no inquérito. 

Em depoimento à Polícia Federal (PF), o técnico de informática Anderson Rossi, dono do canal Foco do Brasil, no YouTube, admitiu ter recebido orientações de funcionários da Empresa Brasil de Comunicação (EBC) e TV Brasil. 

O youtuber disse ter recebido autorização para obter, como se fosse uma emissora de televisão, as imagens de Bolsonaro e de eventos oficiais gerados pelo satélite Amazonas 3

Rossi disse à PF que “recebeu as informações técnicas de como acessar o satélite” do gerente de operações da EBC, identificado por ele apenas como “Bill”.  

Rossi também disse ter recebido, através de um funcionário da TV Brasil, as senhas de acesso às imagens feitas pela emissora pública. 

Procurada pela reportagem do Estadão, a EBC explicou que o satélite Amazonas 3 é um canal de serviço disponível de forma aberta aos veículos de imprensa. 

Segundo relatório da PF, Rossi faturou US$ 330 mil — cerca de R$ 1,8 milhão — com a monetização do canal no período de março de 2019 a março de 2020. 

É importante ressaltar que este valor não é ilícito, visto que o conteúdo foi rentabilizado através da plataforma Google AdSense.  

Ainda de acordo com o inquérito, o assessor especial da Presidência da República, Tércio Arnaud Tomaz, é apontado no inquérito dos atos antidemocráticos como elo entre o governo e os youtubers. 

Segundo disse em depoimento à PF, Tércio repassa vídeos do presidente e participa de grupo de WhatsApp com os youtubers apoiadores para “discutir questões do governo”. 

Dono de outra franquia bem rentável entre os canais alinhados a Bolsonaro no YouTube, Ernani Fernandes Barbosa Neto, proprietário da Folha Política, disse à PF ter faturado entre R$ 50 mil e R$ 100 mil por mês. 

Segundo o jornal Estadão, ao lado da mulher, ele opera os negócios, que incluem uma espécie de incubadora de novos perfis.  

A dupla também é dona de empresas que já prestaram serviços de marketing a políticos alinhados a Bolsonaro. 

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

Assinar
Notificar quando
guest
15 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários
Conan
Conan
1 mês atrás

Renova Mídia com inveja ou é só impressão minha? Reproduzindo matéria da seção de fofocas do Estadão? Estou sentindo cheiro da calcinha da Joyce e do cuecão do Alexandre Frota ai na redação, sugiro abrirem as janelas para arejarem um pouco o ambiente e as mentes.

Valmir Leite
Valmir Leite
1 mês atrás

Ora ora pelo jeito o Renova anda fazendo o velho jogo sujo da velha mídia. Se queimaram por ciúmes? Aprendam a fazer matéria original, vivem de fofoquinhas e ainda replicam matéria do Estadão? Parecem o antagonista. Só por essa matéria ridícula, deixarei de acompanhar notícias por vocês, que aliás mal cuidam da dinâmica do site.

Tião
Tião
Responder  Valmir Leite
1 mês atrás

Concordo plenamente, basta ouvir as explicações do Foco no YouTube

ZENITE SOARES SOUSA
ZENITE SOARES SOUSA
1 mês atrás

Governo corrupto.

Fora Comunistas
Fora Comunistas
Responder  ZENITE SOARES SOUSA
1 mês atrás

Tá querendo as boquinhas PTISTAS de volta??😂😂😂😂

Conan
Conan
Responder  ZENITE SOARES SOUSA
1 mês atrás

Para de viver no passado, lula e Dilma já saíram faz tempo. kkkkk

samuca
samuca
1 mês atrás

Renova mídia. Dá um tempo pra nós aí. Fofoca a essas horas?

Última edição 1 mês atrás por samuca
Abner contra a esquerda libertinosa e centrão lixo
Abner contra a esquerda libertinosa e centrão lixo
1 mês atrás

Processo no lombo !!!
Passou da hora de levantar uma grana e acabar de vez com a credibilidade.

SeiCOMCERTEZA
SeiCOMCERTEZA
1 mês atrás

Bolsonaro está lutando contra um sistema internacional poderoso. Se a direita não se unir, a esquerda vai se unir e o povo vai se ferrar. Esse caso pelo menos não é dar dinheiro do povo pros malandros de sempre. Bolsonaro tem quase nada de imprensa a seu favor. teve que fazer ajustes que nem ele queria , pra evitar o pior pro Brasil, mas a direita não se entende e nunca vai ser forte de verdade se não entender certos problemas e o quanto é difícil enfrentar toda a máfia.
Feio mesmo é radicalismo desmedido não importa o lado, feio é torrar o bem público com os corruptos políticos, de sindicatos et caterva.

roberto
roberto
1 mês atrás

então não há nada de ilegal no ocorrido! Para que dar ênfase em algo que só fica parecendo ciúmes? A renova mídia envereda pelo perigoso caminho da criação de narrativas! Esquece e tenta fazer o mesmo cara pálida. Vai à luta!!!!

Pedro
Pedro
1 mês atrás

Pura inveja e dor de cotovelo. Só a EXTREMA IMPRENSA que quer faturar. Mas a MAMATA DELES ACABOU!!!

Fora Comunistas
Fora Comunistas
1 mês atrás

Quando era, DCM,carta capital,cafezinho,entre outros puxas sacos dos ptbas, NÃO tinha nenhuma importância para o STF!!! Fora o fato, que esses sites pro Bolsonaro, receberam dinheiro privado do Google, e os PTISTAS pagavam esses canais da esgotofera como dinheiro dos nossos impostos!!!

Pedro Rocha
Pedro Rocha
1 mês atrás

Inveja é uma desgraça: faz até publicar reportagem do Estadão com material da ditadura do stf.

Kleber
Kleber
1 mês atrás

Impressão minha, ou o Renova Mídia tá com ciúmes porque não está no “seleto grupo”.

Maria
Maria
1 mês atrás

E daí?

PUBLICIDADE