Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
- PUBLICIDADE -

Candidata laranja do PSL deve devolver R$ 380 mil

Tarciso Morais

Tarciso Morais

Candidata laranja do PSL deve devolver R$ 380 mil
COMPARTILHE

Na eleição de 2018, uma candidata do PSL recebeu quase R$ 400 mil do fundo partidário e teve apenas 274 votos.

O Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco (TRE) reprovou, nesta quarta-feira (27), as contas de Maria de Lourdes Paixão, que tentou se eleger deputada federal pelo Partido Social Liberal (PSL) em Pernambuco.

Alvo de uma investigação da Polícia Federal (PF) que apura o esquema de candidaturas laranja, ela terá que devolver R$ 380 mil ao Fundo Partidário, segundo determinação do TRE. 

Lourdes Paixão foi a terceira maior beneficiada com verba do PSL em todo o Brasil. A defesa da ex-candidata disse que não vai se pronunciar.

Do partido, Lourdes Paixão foi a segunda candidata a receber o maior volume de verbas, atrás apenas de Luciano Bivar, presidente do PSL, que recebeu R$ 1,8 milhão e foi o único candidato eleito no estado.

O Ministério Público Eleitoral apontou que há “fortes indícios” de que a candidatura de Lourdes Paixão foi fictícia, apesar de regularmente registrada na Justiça Eleitoral, informa o portal G1.

O objetivo da operação, segundo o órgão, era a contratação de serviços gráficos “de forma simulada, com o objetivo de desviar recursos públicos de campanha”.

- PUBLICIDADE -
TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
VEJA TAMBÉM