Português   English   Español

Candidato do PT preso após avançar contra policiais em Curitiba

renato

Na noite de domingo (9), Renato Freitas, candidato a deputado estadual pelo PT do Paraná, disse ter sido atacado com balas de borracha disparadas pela Guarda Municipal de Curitiba.

O candidato petista gravou um vídeo – explorado por blogs petistas – dizendo que “não estava fazendo nada, só estava panfletando”. A

O Antagonista publica, na íntegra, a nota da Prefeitura de Curitiba sobre o caso:

A Guarda Municipal foi acionada por moradores do entorno da Praça do Gaúcho, por volta das 19h00 deste domingo (9/9), que reclamavam de pessoas fazendo racha de veículos, consumindo droga e promovendo perturbação do sossego em espaço público.

A Guarda Municipal atendeu ao chamado e precisou usar arma não letal (com bala de borracha) para conter o grupo e para restabelecer a ordem no local. Renato Almeida Freitas Junior, que é candidato a deputado estadual, estava no grupo que avançou contra os seis guardas municipais e acabou ferido na mão e nas costas. Ele foi encaminhado para atendimento médico no Hospital Cajuru. Após a liberação médica, será feito o registro do caso.

Além de envolvimento anterior num caso com a Polícia Militar, Almeida Freitas já havia sido detido pela Guarda Municipal em agosto de 2016, quando candidato a vereador, por desacato e perturbação de sossego.

Deixe seu comentário

Veja também...