Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Candidatura de Morales ao Senado na Bolívia é impugnada

Evo Morales - Bolivia
Imagem: UESLEI MARCELINO/REUTERS
COMPARTILHE

Presidente, vice-presidente, 36 senadores e 120 deputados serão escolhidos nas eleições de maio na Bolívia.

Evo Morales, ex-presidente da Bolívia, não poderá ser candidato a senador nas eleições de maio. 

A notícia foi confirmada por integrantes do partido Movimento ao Socialismo (MAS) ao jornal boliviano El Deber.

O Tribunal Supremo Eleitoral (TSE) da Bolívia decidiu impedir a candidatura de Morales como senador por Cochabamba e de seu último chanceler, Diego Pary, por Potosí.

Morales renunciou à presidência em 10 de novembro e está refugiado na Argentina. Ele havia anunciado que voltaria à Bolívia como senador.

Nas eleições de maio, serão escolhidos o presidente, vice-presidente, 36 senadores e 120 deputados.

Oito candidatos disputarão o cargo nessas eleições, incluindo a presidente interina, Jeanine Áñez, e outros rivais do ex-presidente, informa o jornal Estadão.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

Assinar
Notificar quando
guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários