PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Candidatura de Morales ao Senado na Bolívia é impugnada

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Presidente, vice-presidente, 36 senadores e 120 deputados serão escolhidos nas eleições de maio na Bolívia.

Evo Morales, ex-presidente da Bolívia, não poderá ser candidato a senador nas eleições de maio. 

A notícia foi confirmada por integrantes do partido Movimento ao Socialismo (MAS) ao jornal boliviano El Deber.

O Tribunal Supremo Eleitoral (TSE) da Bolívia decidiu impedir a candidatura de Morales como senador por Cochabamba e de seu último chanceler, Diego Pary, por Potosí.

Morales renunciou à presidência em 10 de novembro e está refugiado na Argentina. Ele havia anunciado que voltaria à Bolívia como senador.

Nas eleições de maio, serão escolhidos o presidente, vice-presidente, 36 senadores e 120 deputados.

Oito candidatos disputarão o cargo nessas eleições, incluindo a presidente interina, Jeanine Áñez, e outros rivais do ex-presidente, informa o jornal Estadão.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Encontrou um erro?

Para comunicar um erro de português, de informação ou técnico, preencha o formulário abaixo.