- PUBLICIDADE -

Caravana de Lula mudou rota sem avisar polícia do Paraná

- PUBLICIDADE -

A Secretaria da Segurança Pública do Paraná emitiu nota sobre os tiros contra os ônibus da caravana do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva em que diz que o roteiro e o cronograma do grupo foram alterados sem que a polícia fosse informada.

De acordo com informações da R7, o comunicado da Secretaria de Segurança do Paraná informou:

Não houve qualquer pedido formal de escolta da caravana do ex-presidente nem o próprio ex-presidente, embora ele tenha esta prerrogativa. Tanto é que o paradeiro dele é incerto e não sabido. Cabe ressaltar que houve alteração, por parte dos organizadores da caravana, do roteiro e do cronograma que foram informados previamente às forças de segurança do Estado do Paraná.

O episódio ocorreu na terça-feira (27), no deslocamento da caravana entre as cidades de Quedas do Iguaçu e Laranjeiras do Sul, na região sudoeste do Estado. Dois ônibus que transportavam assessores e convidados foram atingidos por tiros.

Esta mudança de rota repentina reforça a teoria que aponta armação do próprio Partido dos Trabalhadores (PT) para tentar vitimizar Lula e esconder o fracasso retumbante da caravana do condenado pelo Sul do país.

Outra matéria que reforça uma armação dos petistas foi publicada pelo jornal O Paraná no dia 07 de janeiro de 2017 com o título “Inteligência do Paraná investiga articulação de ‘falso’ atentado a Lula“.

PUBLICIDADE

- PUBLICIDADE -

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -