Português   English   Español

Carlos Bolsonaro atacado por divulgar imagem de militante esquerdista

Carlos Bolsonaro atacado por divulgar imagem de militante esquerdista

O filho do candidato do PSL à Presidência, Jair Bolsonaro, o vereador Carlos Bolsonaro, compartilhou a foto produzida por um militante da campanha #EleNão onde um homem é exibido sendo torturado.

Na publicação do stories em seu perfil do Instagram, Carlos Bolsonaro repassou a imagem de um homem ensanguentado, com um saco plástico na cabeça e com a boca aberta. No peito do homem estava escrita a hashtag do movimento feminista #EleNão.

Através do seu perfil oficial no Twitter, Carlos Bolsonaro justificou que a imagem era apenas a replicação “da foto de alguém que considera isso uma arte.”

Renova Mídia tentou acessar o perfil do usuário @RonaldoCreative, mas o mesmo está classificado como privado.

Felizmente, a turma do Movimento Brasil Livre (MBL) fez um passo a passo explicando como o novo ataque contra a campanha presidencial de Bolsonaro está sendo lançado.

A imagem replicada por Carlos Bolsonaro é de fato muito forte. Qualquer forma de tortura não deve ser tolerada. É bem provável que esta foi a intenção do vereador ao divulgar a foto em seus stories no Instagram.

Ao analisar as publicações de políticos e ativistas de esquerda no Twitter é possível perceber toda a hipocrisia da militância anti-Bolsonaro.

Vamos ver como uma parte deles – acreditando que a imagem havia sido criada pelo filho de Bolsonaro – reagiu ao ver a foto?

Também é interessante ver a forma como a grande mídia está falando sobre este assunto. Vamos lá?

Deixe seu comentário

Veja também...