- PUBLICIDADE -

Cármen Lúcia rejeita habeas corpus de Sara Winter

- PUBLICIDADE -

A defesa de Winter classifica a prisão dela como “ilegal, arbitrária e política”.

A ministra do Supremo Tribunal Federal (STF), Cármen Lúcia, decidiu rejeitar, nesta quinta-feira (18), o habeas corpus impetrado pela defesa da ativista Sara Winter.

Winter é líder do grupo “300 pelo Brasil”, que atua a favor do governo do presidente da República, Jair Bolsonaro.

A ativista foi para a cadeia por decisão do ministro do STF, Alexandre de Moraes, relator de um inquérito que investiga a organização e o financiamento de “atos antidemocráticos”.

A defesa de Winter informa que a ativista vem sofrendo ameaças de morte dentro da Colmeia, penitenciária feminina em Brasília para onde ela foi levada nesta quarta-feira (17).

Referências: [1]

PUBLICIDADE

- PUBLICIDADE -

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -