Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Cármen Lúcia volta a dizer que candidatura de Lula não é válida

COMPARTILHE

Para a presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), direito brasileiro não permite que haja, pela Lei da Ficha Limpa, o registro válido daquele que tenha sido condenado a partir de um órgão colegiado.

A presidente do STF, ministra Cármen Lúcia, disse nesta terça-feira (29) em evento realizado pela revista Veja que condenados em segunda instância, como é o caso do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, condenado e preso na Operação Lava Jato, não podem registrar a candidatura.

‘Direito brasileiro não permite que haja, pela Lei da Ficha Limpa, o registro válido daquele que tenha sido condenado a partir de um órgão colegiado. Juridicamente, é isso que se tem no Brasil’, disse a ministra.

Mesmo com Lula preso e condenado a 12 anos 1 mês, o Partido dos Trabalhadores (PT) tem mantido a intenção de registrá-lo como candidato à Presidência na Justiça Eleitoral.

Até o momento, dirigentes do partido tem evitado discutir a possibilidade de um plano B. Ou seja, de indicar outro nome para concorrer nas eleições de outubro.

 

Com informações de Estadão

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

Assinar
Notificar quando
guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários