Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
- PUBLICIDADE -

Carta aberta alerta para os riscos da ‘cultura do cancelamento’

Tarciso Morais

Tarciso Morais

Carta-aberta alerta para os riscos da 'cultura do cancelamento'
COMPARTILHE

“Força vital de uma sociedade liberal, a livre troca de informações e ideias está diariamente se tornando mais restrita”, diz o texto.

Um grupo de 153 artistas e intelectuais internacionais assinou um documento intitulado “Uma Carta sobre Justiça e Debate Aberto”, que alerta contra um “clima intolerante” que envolve a “cultura do cancelamento”.

A carta, que foi publicada pela Harper’s Magazine, repercutiu em várias publicações internacionais de renome nesta quarta-feira (8).

Com críticas ao presidente Donald Trump, dos Estados Unidos, o texto aplaude a causa dos manifestantes que estão saindo às ruas mundo afora em protestos contra o racismo e a violência, mas insistindo que um “clima intolerante” está sendo proporcionado por ambos os lados do espectro político.

De acordo com um trecho da carta:

“Força vital de uma sociedade liberal, a livre troca de informações e ideias está diariamente se tornando mais restrita. […] Uma intolerância a pontos de vista opostos, uma moda de vergonha e ostracismo públicos e a tendência de dissolver questões políticas complexas em uma certeza moral ofuscante.”

A carta foi encabeçada pelo escritor Thomas Chatterton Williams. Entre os signatários estão: 

  • David Greenberg, historiador;
  • Mark Lilla, escritor;
  • Robert Worth, jornalista;
  • George Packer, jornalista;
  • Reginald Dwayne Betts, poeta; 

Williams, que é afro-americano, segundo O Globo, tentou se proteger dos ataques do movimento de extrema esquerda Black Lives Matter:

“Não somos apenas um monte de velhos brancos sentados escrevendo esta carta. Inclui muitos pensadores negros, muçulmanos, judeus, pessoas trans e gays, velhos e jovens, de direita e de esquerda.”

- PUBLICIDADE -
TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
VEJA TAMBÉM