Casal linchado e queimado vivo no México por raptar criança

Idiomas:

Português   English   Español
TARCISO MORAIS
TARCISO MORAIS
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia.

Este é o segundo caso nesta semana em que moradores de alguma cidade mexicana fazem justiça com as próprias mãos e atacam criminosos.

Um grupo de moradores linchou e ateou fogo em um casal ao qual acusaram de ter raptado uma criança no município de Tula, no estado mexicano de Hidalgo.

A Procuradoria-Geral de Justiça de Hidalgo informou que o fato aconteceu na quinta-feira (30) na comunidade de Santa Ana Ahuehuepa, embora não esteja “provado” que as vítimas do linchamento tenham cometido o crime pelo qual foram atacadas.

Os moradores acusaram o casal de tentar sequestrar um menor de idade e, imediatamente, os espancaram e atearam fogo. O homem morreu no local e a mulher foi levada a um hospital, mas não resistiu aos ferimentos.

Na quarta-feira, cerca de 150 moradores de uma comunidade do estado de Puebla também lincharam e queimaram vivas duas pessoas às quais tinham identificado como supostos sequestradores de menores.

 

Adaptado da fonte EXAME

Newsletter RENOVA

Receba diariamente as principais notícias do Brasil e do Mundo.

Curta e compartilhe esta notícia

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on google
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on email

Deixe seu comentário

Veja outras notícias em destaque