Português  English  Español  Italiano  Français  Deutsch
Português  English  Español  Italiano  Français  Deutsch

Casos de tortura na Venezuela aumentam 526% em 2019

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia
Ditadura Maduro dá golpe em autonomia das universidades

Desde a chegada de Maduro ao poder em 2013, mais de 70 pessoas morreram de tortura na Venezuela.

Humberto Prado, representante da oposição venezuelana para os Direitos Humanos, denunciou, na semana passada, que os casos de tortura na Venezuela estão aumentando.

Desde 2013, com a chegada do ditador Nicolás Maduro ao poder, pelo menos 72 pessoas foram mortas em consequência de torturas.

Em discurso durante conferência virtual para assinalar o Dia Internacional das Nações Unidas em Apoio às Vítimas de Tortura, Prado declarou:

“A tortura persiste na Venezuela. Desde 2013, pelo menos 72 pessoas morreram por causa de torturas. Entre janeiro e dezembro de 2019 os casos de tortura aumentaram 526%.”

E acrescentou:

“Os torturadores devem responder perante a justiça pelos crimes que lesam a humanidade, perpetrados contra os venezuelanos.”

Prado responsabilizou a ditadura chavista pela situação que diz ser “inumana, degradante e uma prática comum”.

Referências: [1]

Compartilhe

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email