Português   English   Español
Português   English   Español

Ceará transfere chefes de facções criminosas para presídios federais

Ceará transfere chefes de facções criminosas para presídios federais
Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia.

O governo do Ceará pediu e conseguiu 60 vagas em presídios federais para transferir chefes de facções criminosas que estão hoje nas penitenciárias cearenses.

Um preso já deixou o Ceará e outros 19 devem seguir nas próximas horas –não foi confirmado para qual presídio federal.

Nos últimos dias, a Secretaria de Administração Penitenciária do Ceará, pasta criada no início do segundo mandato de Camilo Santana (PT), intensificou as ações nos presídios onde estão membros de facções em unidades na cidade de Itaitinga, na Grande Fortaleza.

Desde a quarta-feira (2), em represália às novas medidas do secretário, o Ceará passou a ser alvo de ataques criminosos. Uma investigação policial apura se houve um acordo entre as facções rivais PCC e CV para realizar os ataques criminosos de maneira coordenada.

Foram registradas mais de 90 ocorrências no estado —em ônibus, prédios públicos e privados, carros e até a estrutura de um viaduto, na BR-020, que liga Fortaleza a Brasília.

Neste domingo (6), após o ministro Sergio Moro enviar a Força Nacional para fazer a segurança nas ruas, o Ceará teve menos registros de ações criminosas, conforme noticiou a RENOVA.

Compartilhe...

Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on telegram
Share on reddit
Share on linkedin
Share on email

Deixe seu comentário...

A RENOVA Mídia não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários dos visitantes do site. NÃO publique ofensas, discordar não é ofender. Caso encontre algum material com ofensas, denuncie. Lembre-se que ao comentar em nosso portal você concorda com estes Termos de Uso.

Veja também...

Curta a RENOVA!