- PUBLICIDADE -

Cearense faz história ao vencer olimpíada internacional de Química

Cearense faz história ao vencer olimpíada internacional de Química
- PUBLICIDADE -

Ívina Ferreira Gomes e outros dois cearenses garantiram o melhor resultado do Brasil em olimpíadas científicas.

Uma cearense é a primeira brasileira na história a ganhar uma Olimpíada Internacional de Química, desde que o país começou a participar, em 1998, informa o “R7”.

Foram três anos de preparação de Ívna Ferreira Gomes para conquistar a medalha dourada. Além dela, outros dois estudantes de Fortaleza também levaram prata e bronze na competição.

Com o trio, o Brasil chegou ao seu melhor resultado em olimpíadas científicas.

Ívna bateu na trave, mas não desistiu de alcançar o primeiro lugar.

A cearense, de 16 anos, tem muita história para contar sobre o desafio. Ela declarou:

Comecei em 2015 e fui finalista na Olimpíada Internacional em 2017. E nisso a gente passa por várias provas. É um processo de seis etapas e, em 2017, consegui fazer a primeira lá na Tailândia, e consegui medalha de prata. No mesmo ano, fui para a Sul-americana de Química, onde fui ouro. E esse ano refiz o processo e consegui ir para a Internacional, e ganhei a medalha de ouro tão esperada pelo Brasil.

E acrescentou:

O Brasil estava há 20 anos tentando conseguir essa medalha de ouro e não conseguiu. E aí, a gente foi lá, conquistou, para mostrar que isso é possível para nós brasileiros, nordestinos, para nós cearenses… Também quero mostrar que é possível para nós, mulheres. Só tinham 20 mulheres de todo o mundo.

PUBLICIDADE
- PUBLICIDADE -

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -