Celso de Mello aponta ‘aparente prática criminosa’ de Weintraub

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

“Constatei, casualmente, a ocorrência de aparente prática criminosa”, diz Mello sobre Weintraub.

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Celso de Mello, divulgou, nesta sexta-feira (22), a gravação de reunião ministerial do último dia 22 de abril.

Em sua decisão, Mello apontou “aparente prática criminosa” cometida pelo ministro da Educação, Abraham Weintraub:

“Constatei, casualmente, a ocorrência de aparente prática criminosa, que teria sido cometida pelo ministro da Educação, Abraham Weintraub, que, no curso da reunião ministerial realizada em 22/04/2020, no Palácio do Planalto, assim se pronunciou em relação aos ministros do Supremo Tribunal Federal.”

“Brasília é um cancro… Eu por mim botava esses vagabundos todos na cadeia, começando pelo STF”, disse¹ Weintraub na reunião.

De acordo com o decano, a “gravíssima aleivosia” feita por Weintraub, “num discurso contumelioso e aparentemente ofensivo ao patrimônio moral” dos ministros do STF, põe em evidência que tal afirmação configuraria² possível delito contra a honra — como o crime de injúria.

Referências: [1][2]

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.