Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Celso rejeita pedidos de impeachment contra ministros de Bolsonaro

Tarciso Morais

Tarciso Morais

Celso de Mello rejeita investigação embasada em escritos anônimos
COMPARTILHE

Os pedidos foram protocolados pela deputada Natália Bonavides, do PT.

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Celso de Mello, negou pedidos de impeachment apresentados contra os ministros da Saúde, Eduardo Pazuello, e da Defesa, Fernando Azevedo.

Ambos haviam sido acusados de supostos crimes de responsabilidade no trabalho de combate à pandemia de coronavírus.

Os pedidos foram protocolados pela deputada Natália Bonavides, do Partido dos Trabalhadores (PT).

Ao rejeitar o apelo da deputada, o magistrado disse que já há entendimento pacífico no STF de que cabe exclusivamente à Procuradoria Geral da República (PGR) pedir o afastamento de ministros de Estado.

Em sua decisão, segundo o site Poder360, o decano do STF alertou:

“A jurisprudência constitucional do Supremo Tribunal Federal consolidou-se no sentido de negar ao cidadão (eleitor) legitimidade ativa ‘ad causam’ para a instauração, perante esta Corte, de processo de ‘impeachment’ contra Ministro de Estado, nas hipóteses previstas na Lei nº 1.079/50, enfatizando que a qualidade para agir, em referida situação, pertence, exclusivamente, ao Senhor Procurador-Geral da República.”

A própria PGR, quando consultada inicialmente pelo ministro, posicionou-se pela “negativa de seguimento à petição”.

- PUBLICIDADE -
TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram