Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Censura contra NY Post dobrou visibilidade da reportagem

‘Guerra civil digital’, diz editor do NY Post após jornal ser censurado
COMPARTILHE

Twitter está de parabéns: impulsionou o conteúdo e ainda enfrenta problemas na Justiça.

O Twitter decidiu censurar uma reportagem do New York Post sobre um suposto caso de tráfico de influência envolvendo o ex-vice-presidente Joe Biden para tentar proteger o atual candidato do Partido Democrata ao comando dos Estados Unidos.

No entanto, como era de se esperar, a decisão de restringir a proliferação da reportagem acabou contribuindo para a viralização da matéria na rede social.

Dessa forma, o Twitter conseguiu fazer o oposto do que pretendia. A empresa está de parabéns.

De acordo com a Zignal Labs, uma empresa de inteligência midiática, os compartilhamentos da matéria do NY Post “quase dobraram” depois que o Twitter começou a censurá-la.

E, para piorar ainda mais a situação do Twitter, o Comitê Nacional Republicano entrou com uma queixa na Comissão Eleitoral Federal contra a gigante tecnológica.

Como noticiou a RenovaMídia, o comitê alega que a censura “equivale a uma contribuição política corporativa ilegal para a campanha de Biden”.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE