Centenas de robôs vão monitorar a saúde dos oceanos

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

“Acredito que chegou a hora de acabar com a proibição federal da maconha”, diz senador.

Um grupo de oceanógrafos passou os últimos anos estudando as águas geladas do Oceano Antártico com monitores robóticos flutuantes.

Agora, esta equipe está implantando o sistema em todos os oceanos do planeta Terra.

Batizado de “Global Ocean Biogeochemistry Array”, o projeto deu o pontapé inicial em março com o lançamento de 500 monitores robóticos flutuantes. 

Os cientistas garantem que a iniciativa apresentará uma imagem mais abrangente da saúde dos oceanos.

Foto: Divulgação/SOCCOM

O cientista norte-americano Ken Johnson, diretor do projeto, declarou:

“O oceano é extremamente importante para o clima e para a sustentabilidade da terra, oferecendo alimentos para um número enorme de pessoas, mas não o monitoramos muito bem.”

Johnson disse que os robôs ajudam a pesquisar uma porção maior do oceano de forma mais consistente;

“O objetivo é ser capaz de monitorar a saúde do oceano em lugares onde as pessoas vão apenas uma vez por década.”

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.