- PUBLICIDADE -

CEO do Twitter diz que Infowars não violou as regras da rede social

- PUBLICIDADE -

O CEO do Twitter, Jack Dorsey, anunciou nesta terça-feira (7) que a rede social não vai se juntar ao grupo de plataformas digitais que censurou a mídia direitista InfoWars e seu fundador Alex Jones.

Jack Dorsey escreveu em seu perfil oficial o Twitter:

Nós não suspendemos Alex Jones ou Infowars ontem. Sabemos que é difícil para muitos, mas o motivo é simples: ele não violou nossas regras. Nós vamos fazer cumprir se ele o fizer. E continuaremos a promover um ambiente de conversação saudável, garantindo que os tweets não sejam amplificados artificialmente.

E acrescentou:

A verdade é que tem sido terrível explicar nossas decisões no passado. Estamos consertando isso. Vamos julgar Jones com o mesmo padrão que mantemos em todas as contas, não tomando ações pontuais para nos fazer sentir bem a curto prazo, e adicionando combustível a novas teorias da conspiração.

O chefe do Twitter continuou dizendo:

Se sucumbirmos e simplesmente reagirmos à pressão externa, em vez dos princípios diretos que aplicamos (e evoluímos) imparcialmente, independentemente dos pontos de vista políticos, nos tornaremos um serviço construído por nossas visões pessoais que podem mudar em qualquer direção. Não somos nós.

Jack Dorsey então pediu aos jornalistas que criticam Alex Jones a refutar qualquer coisa que ele possam estar sendo “sensacionalista”.

O posicionamento de Jack está totalmente fora do padrão da rede social e nos dá esperança de que o Twitter possa estar dando uma virada na direção da liberdade de expressão, visto que a plataforma tem consistentemente rebaixado os conservadores.

PUBLICIDADE
- PUBLICIDADE -

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -