- PUBLICIDADE -

Cerâmica encontrada em Israel revela “elo perdido” de alfabeto

Foto: J. Dye/Austrian Academy of Sciences
- PUBLICIDADE -

O fragmento de cerâmica encontrado em Israel data de cerca de 1450 a.C.

Um grupo de arqueólogos da Áustria fez uma descoberta incrível durante escavações na antiga cidade de Tel Lachish, em Israel

Trata-se de uma peça de cerâmica de 3,5 mil anos, contendo uma inscrição alfabética.

O fragmento de cerâmica, que tem pouco menos de 4 cm de altura, parece ter feito parte da borda de uma tigela que foi importada da Ilha do Chipre.

Mais informações sobre o achado foram publicadas na última quinta-feira (15) no jornal acadêmico Antiquity.

De acordo com os pesquisadores, a peça é um “elo perdido” na história da escrita alfabética.

A tradução do que está escrito na peça é difícil de se decifrar. 

A suposição dos pesquisadores é que trata-se de parte do nome de alguém ou a palavra “escravo” ao lado da palavra “néctar” ou “mel”.

Em um comunicado, Felix Höflmayer, pesquisador da Academia Austríaca de Ciências,  declarou:

“Este fragmento é um dos primeiros exemplos de escrita alfabética antiga encontrado em Israel.”

Anteriormente, por volta de 1800 a.C., já haviam sido encontradas evidências do desenvolvimento de um tipo de alfabeto na península do Sinai.

Arqueólogos acreditam que, por volta de 1300 a.C, o sistema de escrita se espalhou para o Levante do Sul, região que, atualmente, abrange Israel, Palestina e Jordânia.

PUBLICIDADE
- PUBLICIDADE -

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -