Chanceler da Áustria é ameaçado de morte por extremistas islâmicos

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Uma investigação antiterrorismo foi aberta após o chanceler da Áustria, Sebastian Kurz, receber ameaças de morte nas redes sociais depois de anunciar uma ofensiva contra o Islamismo político.

A decisão do governo da Áustria de fechar sete mesquitas e expulsar até 60 imãs como parte de sua campanha contra a radicalização provocou uma onda de indignação online.

Alguns extremistas nas redes sociais chegaram a ameaçar o chanceler Sebastian Kurz pessoalmente.

Enquanto algumas postagens acusavam o chanceler de querer uma “guerra”, outros disseram abertamente que ele deveria “se preparar” para a morte, segundo o jornal austríaco Oesterreich.

Outros posts também disseram que o chefe do governo austríaco “se encontrará em uma caixa de lixo”, enquanto outros acabavam as mensagens com os dizeres: “Allahu Akbar!”.

O gabinete do chanceler confirmou ao jornal que Kurz recebeu “muitas” ameaças de morte, particularmente no Facebook e Instagram, bem como em alguns “serviços de mensagens instantâneas”.

A situação foi considerada tão grave que a agência austríaca de inteligência e contraterrorismo A agência de serviço secreto austríaca, o BVT, lançou uma investigação antiterrorista sobre o assunto, de acordo com o Ministério do Interior.

Medidas adicionais também foram tomadas para aumentar a segurança pessoal de Kurz, que atualmente está em visita a Israel, bem como de alguns outros ministros.

Enquanto isso, o porta-voz do gabinete do chanceler disse que o governo não se deixaria “tirado da razão” e continuaria com sua política como planejado.

Nesta segunda-feira (11), o líder islâmico da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, alertou o governo da Áustria para ser preparar para uma “guerra religiosa”.

Com informações de Sputnik Brasil

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.