- PUBLICIDADE -

Chanceler da Áustria quer criminalizar Islamismo político

Partido direitista do ex-premiê Kurz vence as eleições na Áustria

"Vamos criar uma ofensa criminal chamada 'Islã político’”, diz o chanceler austríaco.

- PUBLICIDADE -

O governo da Áustria elaborou uma ampla gama de medidas destinadas a conter as falhas de segurança identificadas após um ataque terrorista islâmico na capital Viena na semana passada. 

 As propostas incluem prisão perpétua para indivíduos condenados por crimes de terror, vigilância eletrônica de pessoas condenadas por crimes relacionados ao terrorismo e criminalização do extremismo político de motivação religiosa. 

O chanceler austríaco Sebastian Kurz disse que as medidas, que serão apresentadas ao Parlamento em dezembro para votação, têm uma abordagem dupla, visando tanto suspeitos de terrorismo quanto a ideologia que os impulsiona. 

Em mensagem no Twitter, após reunião com seu gabinete, Kurz declarou: 

“Vamos criar uma ofensa criminal chamada ‘Islã político’ para poder agir contra aqueles que não são terroristas, mas que criam um terreno fértil para eles.” 

Quatro pessoas morreram no ataque do último dia 2 de novembro. O terrorista também morreu. Vinte outros, incluindo um policial, ficaram feridos. 

PUBLICIDADE
- PUBLICIDADE -

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -