Português  English  Español  Italiano  Français  Deutsch
Português  English  Español  Italiano  Français  Deutsch

Chanceler de Maduro acusa Brasil de ‘submissão total’ aos EUA

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia
Chanceler de Maduro acusa Brasil de 'submissão total' aos EUA

“Exigimos o levantamento das medidas coercitivas unilaterais contra nosso país”, disse o chanceler venezuelano.

Jorge Arreaza, chanceler da Venezuela, acusa o governo Jair Bolsonaro de estar se submetendo às ordens do presidente norte-americano Donald Trump.

A declaração é uma resposta à iniciativa liberada pelo Brasil na ONU para que se crie uma comissão de inquérito internacional para investigar os crimes cometidos pela ditadura de Nicolás Maduro.

Os governos europeus, entretanto, apresentaram uma proposta alternativa, alegando que a medida sugerida pelo Brasil poderia isolar ainda mais o regime de Maduro e impedir canais de diálogo.

Em conversa com o site UOL, Arreaza declarou:

“Exigimos o levantamento das medidas coercitivas unilaterais contra nosso país. Exigimos a devolução de empresas, ativos e dinheiro roubado da Venezuela. Exigimos o fim do bloqueio comercial e financeiro a nosso povo.”

Sem reconhecer o regime de Maduro como sendo legítimo, o Itamaraty fez questão de boicotar nesta quinta-feira o evento no Conselho de Direitos Humanos da ONU destinado a debater sanções econômicas.

Compartilhe

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email