- PUBLICIDADE -

Chanceler do Brasil critica países buscando diálogo com Maduro

Chanceler do Brasil critica países buscando diálogo com Maduro

- PUBLICIDADE -

O ministro das Relações Exteriores do Brasil, Ernesto Araújo, criticou nesta quinta-feira (31) os países que buscam formas de diálogo com a ditadura de Nicolás Maduro na Venezuela.

O chanceler Ernesto Araújo fez referência a iniciativas dos governos do México e do Uruguai, que convocaram uma reunião em Montevidéu, no dia 7 de fevereiro, para tentar encontrar uma saída pacífica para a crise da Venezuela.

De acordo com Araújo, a iniciativa de criar diálogos “só server para dar sobrevida à ditadura”.

O chanceler do Brasil declarou:

​”O extraordinário movimento pela redemocratização da Venezuela está se avolumando sob a presidência de Juan Guaidó. Inconformados, países que apoiam ou toleram Maduro querem criar ‘grupos de contato’ ou ‘diálogo’ com seu regime ilegítimo. Isso só serve para dar sobrevida à ditadura.”

Segundo o “Sputnik”, os governos do México e Uruguai anunciaram em comunicado que:

“Em virtude da posição neutra que ambos adotaram frente a Venezuela, decidiram organizar uma conferência internacional com representantes dos principais países e organizações internacionais que compartilharam esta posição diante desta situação.”

PUBLICIDADE

- PUBLICIDADE -

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -