Português   English   Español

Chanceler do Brasil ironiza críticas de Donald Trump

O ministro das Relações Exteriores reagiu ao comentário crítico do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, sobre as relações comerciais com o Brasil.

A crítica do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, às relações comerciais com o Brasil causou surpresa no governo brasileiro, pois a relação é vista como positiva, embora tenha ainda muito espaço para evoluir.

O norte-americano afirmou que as empresas de seu país são tratadas “injustamente” e que o Brasil está “entre os mais duros do mundo, talvez o mais duro.”

O ministro das Relações Exteriores, Aloysio Nunes, reagiu:

Quando é o presidente Trump quem diz que nossos negociadores são duros, vindo de quem vem, eu tomo isso como elogio.

O secretário de Comércio Exterior, Abrão Neto, informou que nos últimos 10 anos a balança comercial entre os dois países tem sido superavitária para os norte-americanos, com um saldo positivo para o país de US$ 90 bilhões.

Ele comentou:

Precisamos entender mais em detalhes o contexto e o teor dos pontos de preocupação externados pelos Estados Unidos. A relação comercial entre Brasil e EUA tem um viés positivo e crescente nos últimos anos.

 

Adaptado da fonte Estadão

Deixe seu comentário

Veja também...