Chanceler dos EUA diz que Irá enfrentará ‘fúria do mundo’

O secretário de Estado dos Estados Unidos, Mike Pompeo, ameaçou o Irã neste sábado (23) a não buscar armas nucleares sob risco de enfrentar “a fúria do mundo inteiro”.

Em entrevista na sexta-feira (22), Mike Pompeo afirmou que qualquer que seja o destino do acordo nuclear internacional com o Irã, não seria do melhor interesse de Teerã buscar ter armas atômicas.

‘Eu espero que eles entendam que se eles retomarem o programa nuclear, a fúria do mundo inteiro vai cair sobre eles’, disse Pompeo.

O chanceler dos Estados Unidos acrescentou:

Se eles começarem a se movimentar para um programa de armas, isso é algo que o mundo inteiro vai achar inaceitável e nós acabaríamos em um caminho que eu acho que não é dos melhores interesses do Irã.

Pompeo afirmou, entretanto, que ele não se referiu a uma resposta militar dos EUA:

‘Quando eu digo fúria, não confunda com uma ação militar. Quando eu digo fúria, eu quero dizer a vergonha moral e poderio econômico que cairá sobre eles…Não estou falando sobre ação militar. Eu realmente espero que esse nunca seja o caso. Não é interesse de ninguém isso’, explicou.

Questionado o que os EUA fariam então para impedir o Irã de ter armas nucleares, Pompeo afirmou:

O presidente (Donald) Trump não tem deixado dúvidas sobre seus comentários de que o Irã não vai conseguir ter armas nucleares.

 

Com informações de Reuters
Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia