Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Chanceler dos EUA exige libertação de braço direito de Guaidó

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia
Chanceler dos EUA exige libertação de braço direito de Guaidó

“Este ataque à Assembleia Nacional deveria servir como um sinal de alarme à região e ao mundo”, disse Pompeo.

O chanceler dos Estados Unidos, Mike Pompeo, exigiu nesta quinta-feira (9) a libertação imediata do primeiro vice-presidente da Assembleia Nacional venezuelana, Édgar Zambrano, ao tachar sua detenção como “ilegal”.

Em um comunicado, Pompeo declarou:

“Zambrano deve ser libertado imediatamente. Este é um ataque à independência do órgão legislativo eleito democraticamente no país e faz parte dos constantes ataques do regime Maduro para achatar as divergências e o debate livre na Venezuela.”

O chefe da Secretaria de Estado americana disse ainda que a “detenção arbitrária” de Zambrano é “um ato inaceitável e ilegal que reflete novamente a repressão do ex-regime de Maduro”, o qual os Estados Unidos já não reconhecem como legítimo:

“Este ataque à Assembleia Nacional deveria servir como um sinal de alarme à região e ao mundo de que a ditadura não está interessada em soluções constitucionais para os problemas do povo venezuelano.”

Nesta quinta-feira (9), o presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, condenou o encarceramento do braço direito de Guaidó, segundo a RENOVA.

Compartilhe

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email