Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Chanceler dos EUA pede para China ‘confessar’ origem do coronavírus

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia
Chanceler dos EUA pede para China ‘confessar’ origem do coronavírus

“O governo chinês precisa confessar tudo”, disse o chanceler norte-americano.

Donald Trump, presidente dos Estados Unidos, confirmou, nesta quarta-feira (15), que seu governo está investigando o Instituto de Virologia de Wuhan, na China, como possível ponto de partida do novo coronavírus.

A declaração de Trump foi feita em conversa com a imprensa nos jardins da Casa Branca, como noticiou a RENOVA.

Após a coletiva do mandatário norte-americano, o chanceler dos EUA, Mike Pompeo, concedeu uma entrevista à emissora Fox News, que publicou uma reportagem conectando o laboratório chinês com a origem da pandemia.

Pompeo foi enfático ao dizer que os EUA sabem “que esse vírus se originou em Wuhan, na China”. 

O chanceler ainda destacou que o Instituto de Virologia de Wuhan fica a apenas alguns quilômetros de distância do mercado de animais silvestres, que foi apontado, inicialmente, como local de origem do Covid-19.

Durante a entrevista, Pompeo declarou:

“Nós realmente precisamos que o governo chinês se abra e ajude a explicar exatamente como esse vírus se espalhou.”

E completou:

“O governo chinês precisa confessar tudo e precisa ser responsabilizado. Precisa explicar o que aconteceu e por que essas informações não foram disponibilizadas de maneira mais ampla.”

Compartilhe

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email