Português   English   Español

Chefe da ONU critica projetos de Bolsonaro na área da segurança

Chefe das Nações Unidas questiona uso de militares contra criminalidade no Brasil.

A Alta Comissária da ONU para Direitos Humanos, Michelle Bachelet, criticou a estratégia do uso de militares para combater a delinquência, como sugere o presidente eleito Jair Bolsonaro.

Bachelet também alertou para os riscos de uma flexibilidade nas leis de acesso a armas, registra o Estadão.

A ex-presidente do Chile fez questão de voltar a desaprovar a ideia do uso de militares para lidar com a violência. Ela declarou:

Parece que, diante de situações de violência e insegurança em muitas partes, acredita-se que a solução é ter uma solução forte, como fazer com que mais militares lidem com a delinquência. Mas não concordo. Eu não acho que isso seja o que devemos fazer.

E acrescentou:

Líderes precisam liderar por exemplo e apontar como os direitos humanos fazem parte importante de sua linguagem e mensagem. É assim que sociedades vão se comportar.

Deixe seu comentário...

Veja também...

Newsletter Renova!

Preencha o formulário para assinar nossa newsletter.

Nome Email
newsletter