Português   English   Español
Português   English   Español

Chefe da OTAN diz que Brasil pode se tornar um parceiro

Chefe da OTAN diz que Brasil pode se tornar um parceiro
Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia.

A Organização do Tratado do Atlântico Norte (OTAN) está considerando a possibilidade de outros países da América Latina se juntarem à Colômbia na lista de parceiros da aliança.

Nesta quarta-feira (3), o secretário-geral da OTAN, Jens Stoltenberg, afirmou:

“Até 2017, a OTAN não tinha nenhum parceiro na América Latina. Então conseguimos nosso primeiro parceiro, que foi a Colômbia, e ser um parceiro próximo da OTAN é algo que é bom para a OTAN e para o país parceiro.”

E, antes de reunião ministerial da OTAN em Washington, acrescentou:

“Então, claro, é possível considerar a possibilidade de outros países da América Latina também se tornarem parceiros, o que forneceria uma plataforma, uma estrutura para estreita cooperação política e prática.”

Questionado por jornalistas se um país como o Brasil poderia se tornar um membro, Stoltenberg disse:

“Não. Parceiros não são membros. Mas, eles são parceiros muito próximos. Nós trabalhamos muito intimamente com eles, na prática e politicamente e é uma maneira muito boa de fortalecer a cooperação com a Otan e com países que não são membros da aliança.”

Sobre a possibilidade de o Brasil se tornar um parceiro, segundo o Estadão, ele disse:

“Bem, alguém tem que propor e também precisa ser um pedido do Brasil mas… nós acabamos de concordar com a Colômbia em tornar a Colômbia um parceiro próximo da OTAN e, claro, é absolutamente possível ter mais parceiros na América Latina, mas precisa ser um desejo expresso pela América Latina e, claro, é algo que precisamos discutir entre os 29 aliados.”

Compartilhe...

Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on telegram
Share on reddit
Share on linkedin
Share on email

Deixe seu comentário...

A RENOVA Mídia não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários dos visitantes do site. NÃO publique ofensas, discordar não é ofender. Caso encontre algum material com ofensas, denuncie. Lembre-se que ao comentar em nosso portal você concorda com estes Termos de Uso.

Veja também...

Curta a RENOVA!