PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Chefe da Secom será investigado a pedido do MPF

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Com base em reportagem da Folha, MPF pediu à PF abertura de investigação contra chefe da Secom.

Fabio Wajngarten, chefe da Secretaria de Comunicação da Presidência da República, é alvo de um pedido de investigação feito pelo Ministério Público Federal (MPF). 

O órgão pediu à Polícia Federal (PF) a abertura de inquérito criminal para apurar denúncias de corrupção passiva, peculato e advocacia administrativa. 

A solicitação do MPF foi motivada com base em reportagens do jornal Folha de S.Paulo.

O periódico acusa Wajngarten de ser sócio majoritário de uma empresa que recebe dinheiro de emissoras de TV e de agências de publicidade contratadas pela própria Secom, ministérios e estatais do governo Jair Bolsonaro

Após as denúncias da Folha, Wajngarten, encaminhou uma carta ao jornal denunciando a “injuriosa, mentirosa e leviana” campanha contra ele.

“O mau jornalismo praticado pela Folha de S. Paulo se transformou em abjeta campanha persecutória, inaceitável e incompatível com que determina a ética e os bons costumes do bom e sério jornalismo”, escreveu Wajngarten, como noticiou a RENOVA.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Encontrou um erro?

Para comunicar um erro de português, de informação ou técnico, preencha o formulário abaixo.