Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Chefe da Igreja chilena criticado por opinião sobre transexuais

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia

“Se um gato tiver nome de cachorro, não passará a ser um cachorro”, declarou Ricardo Ezzati.

Horas antes que o projeto de lei sobre identidade de gênero entre em uma etapa crucial no Congresso chileno, o arcebispo de Santiago, Ricardo Ezzati, fez uma comparação que está sendo duramente criticada:

É preciso ir além do nominalismo, é preciso ir à realidade das coisas. Não é porque eu ponho um nome de cachorro em um gato que ele passa a ser cachorro.

A transexual Daniela Vega, vencedor do Oscar de melhor filme estrangeiro, reagiu pelo Twitter:

#Ezzati, venha conversar comigo. Você se atreve?

Daniela desempenhou um papel fundamental para acelerar a tramitação de um projeto de lei que está há quatro anos no Congresso e, se aprovado, permitirá que as pessoas transexuais possam mudar seu nome e seu gênero no Registro Civil, entre outros pontos.

O presidente chileno, Sebastián Piñera, se referiu às palavras do chefe da Igreja local:

Quando se trata de identidade de gênero, o respeito, a dignidade e o bom vocabulário são essenciais. Comparar uma situação que afeta seres humanos com animais me parece muito pouco apropriado.

Apesar da repercussão, a Igreja não pediu oficialmente desculpas. Em um comunicado, o Arcebispado de Santiago lamentou que “o uso de uma alegoria” por parte de Ezzati tenha sido interpretado como uma ofensa.

Nesta segunda-feira (09), uma comissão mista de senadores e deputados começará a discutir no Congresso a última etapa do projeto de lei.

 

Com informações de: [ElPais]

Compartilhe

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email

Comentários

A RENOVA Mídia não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários dos visitantes do site. NÃO publique ofensas, discordar não é ofender. Caso encontre algum material com ofensas, denuncie. Lembre-se que ao comentar em nosso portal você concorda com estes Termos de Uso.

Outras Notícias